CURRÍCULO RESUMIDO (PORTUGUÊS)

Santiago Cao


Nasci no dia 12 de novembro de 1974 em Buenos Aires, Argentina, e na atualidade tenho a minha residência em Salvador de Bahia, Brasil. Sou artista de Performance, pesquisador e professor.

Fiz Mestrado em Urbanismo na linha de pesquisa “Processos Urbanos Contemporâneos” (Universidade Federal da Bahia – UFBA – Salvador, Brasil). Fui membro ativo do grupo de pesquisa “Laboratório Urbano”, coordenado pela Dra. Paola Berenstein. Fiz Bacharelado em Artes Visuais (Universidade Nacional das Artes – Ex-IUNA – Buenos Aires, Argentina). Trabalhei como professor de “Linguagem Visual” (2008-2013, UNA, Buenos Aires). Cursei Psicologia e tenho experiência em poesia, teatro de rua e clown.

Pesquiso em torno dos Corpos nos espaços públicos, dos micropoderes que neles se ativam, e alguns possíveis modos de gerar (trans)versões da Realidade através da Performance, as Intervenções Urbanas e de estudos filosóficos. Publiquei na Argentina, Brasil, Espanha e Peru seis Ensaios sobre estes temas. De 2003 até atualidade trabalho com ações performáticas e Intervenções Urbanas e, com base nessas temáticas, tenho realizado Palestras que chamo de (Con)versatórios, e coordenado Oficinas-Laboratórios na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru e Venezuela.

Representei a Argentina na 10ª Bienal do MERCOSUL, sendo convidado para realizar uma Performance duracional (26 a 28 de novembro de 2015, Porto Alegre, Brasil).

Coordenei a residência artística “El Puente” (2008-2013 Bairro de La Boca, Buenos Aires, Argentina).

Fui co-organizador de “NÓMADES, Festival Itinerante de Performance e Intervenciones Urbanas” (19 a 29 de outubro 2012, Rio Ceballos e Buenos Aires, Argentina).

Fiz parte da equipe curatorial do II e III “MOLA-Mostra OSSO Latino-Americana de Performance” (2013 e 2014, Bahia, Brasil).

Fui convidado a participar da 3ª, 4ª y 5ª edição de “Experiencias de la Carne”, Encontro Internacional de Artistas Gestores (2014, 2015 e 2017, Lima, Peru).

Coordenei “PROYETO NEPANTLA: violências limiares”, Laboratório cénico e Residência criativa conformada por cinco artistas de cinco cidades diferentes de Argentina, Brasil e México.
- Primeira etapa: 4 de julho de 2016 a 20 de janeiro de 2017. Reuniões semanais em telepresença.
- Segunda etapa: 1 a 28 de fevereiro de 2017. Residência no Centro Cultural Alaken, Reynosa, México.

Atualmente coordeno “EM-TORNO DA PERFORMANCE EM ESPAÇOS PÚBLICOS”, ciclo de leitura-debate abordando a Performance pelas bordas. Sábados de Março y Abril de 2017. Centro Cultural Alaken, Reynosa, México.